La inconstancia en el tratamiento: Dentro de una comunidad terapéutica

Ago 28, 2015 | Salud | 0 comments

La antropóloga Taniele Rui en su texto: “A inconstância do tratamento: No interior de uma comunidade terapêutica” realiza a base de un estudio de caso la reflexión acerca de las ambigüedades que se viven dentro de las comunidades terapéuticas.

Baseado na experiência de um usuário chamado Antônio, pretendo mostrar as ambiguidades de uma comunidade terapêutica destinada a promover a abstinência em de- pendentes químicos. O objetivo é pensar a inconstância do tratamento e o modo como indivíduos e instituição lidavam com incertezas e dúvidas. Antônio deixou de usar “drogas”, voltou a estudar e começou a trabalhar. E a instituição mantém sua metodologia, reelaborando discursivamente estas inconstâncias. Pretendo contribuir com a literatura sobre instituições totais e lançar luz sobre um universo que tem muito a nos dizer sobre um tipo de tratamento conferido a usuários de“drogas”no país.

Taniele Rui é Doutora em Antropologia Social pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Brasil. Atualmente é pós-doutoranda do Núcleo de Etnografias Urbanas, do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP), e conselheira titular do Conselho Nacional de Políticas sobre drogas (CONAD; representante antropólogo). É membro também do Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre psicoativos (NEIP) e do Laboratório de Estudos Interdisciplinares sobre Usos de Psicoativos (LEIPSI). Vem se dedicando à pesquisa de temas em antropologia urbana, com foco em vidas e situações-limites, produzindo investigações etnográficas sobre margens urbanas, políticas sociais destinadas a populações em situação de risco e vulnerabilidade, corporalidades abjetas, violência, segurança pública, saúde pública, instituições totais consumo de drogas e projetos políticos/terapêuticos concorrentes sobre drogas (como, por exemplo, disputas entre programas de redução de danos e comunidades terapêuticas).

Taniele nos estará acompañando el día martes 6 de octubre dictando la ponencia: “O Programa De Braços Abertos na “Cracolândia”: questões de uma avaliação”

Descargar el texto completo aquí.